quarta-feira, 30 de março de 2011

DOIS MOTIVOS QUE EU NÃO OUÇO MÚSICA SECULAR (Pregação do Pr Leandro - IBG)

Tema: dois motivos que não ouço música secular
Texto: I Co 14:10

  1. A musica transporta sentimentos ou impressões

Musica é a arte de expressar os diversos afetos da alma através do som.

Através do ritmo, melodia e harmonia você expressa emoções; ela é como faca, se bem usada pelo açougueiro é boa, mas se má utilizada é como um serial killer matando pessoas!

Em 384 AC, Aristóteles dizia: “Emoções de toda espécie são produzidos pela melodia e pelo ritmo”.

No séc. VI AC, o matemático e filósofo grego Tágoras descobriu que a música podia ser reduzida a números e relações matemáticas, sendo assim, é possível pela combinação do ritmo, melodia e harmonia monopolizar seu ouvinte!
                                        
Frankis Appa declarou o seguinte: “os sons altos e as luzes brilhantes de hoje são instrumentos tremendos para doutrinação. É possível modificar a estrutura químico-humana com as combinações certas de freqüências. Se o ritmo certo faz você balançar o pé, que tipo de ritmo faz você dobrar o punho e bater?”.

Platão selecionava melodias que exerciam influência sobre o povo. Música rápida é musica de guerra, música lenta é adoração!

Estudos comprovam que determinadas vibrações na música, são agentes de captação inconsciente de mensagens!

Sl 87:7 è “Tanto os cantores como os que tocam instrumentos dirão: Todas as minhas fontes estão em ti”. A fonte do nosso louvor é o SENHOR, não a música secular!!!

A música traz suas emoções em:

à Filmes (Música de terror, suspense...)
à Táticas militares (marcha sincronizada, vozes de comando, gritos de guerra)

Até na Bíblia, esperava-se que a música proporcionasse experiências diferentes:

  • 1 Sm 10:5, 6 è Transformação através da música
  • 1 Sm 16:23 è A libertação através do Louvor
  • 2 Rs 3:15, 16 è O poder de Deus veio através da música

A MÚSICA É UM INSTRUMENTO PARA TRANSPORTAR UM OU MAIS SENTIMENTOS OU IMPRENSÕES!!!



  1. A música é um veículo para transporte de mensagens claras

O rock foi criado na década de 50, como fusão da música negra com a música dos caipiras pobres e representou estilo contestatório. Era algo fora do padrão,
Não sou contra o estilo, pois o rock é de Deus Pai!!!

O diabo não tem nada, senão a certeza de ser condenado!!!

O estilo do adorador vale mais a pena do que o estilo da canção! (At. 5:29)

Deus está preocupado com sua vida, não com seu estilo (Fp 1:15-18)

Veja algumas dessas mensagens:
                           
è Rebelião – Gal costa                      
è Sexo ilícito – Gabriel pensador (música “playboy”)
è Violência – Ted keneddis (mato crianças, pois gosto de vê-las morrer)
è Inconstância – Metamorfose ambulante (Raul Seixas)
è Pedofilia – Kelly key (baba baby)

Cerca de 70% dos cantores da MPB, já fizeram música contra os princípios da Palavra de Deus (Estudo da Igreja Batista do Getsêmani)

AMADO (A), VOCÊ DIANTE DE TUDO ISTO AINDA OUVIRÁ MÚSICA SECULAR!?


segunda-feira, 28 de março de 2011

Tema: Saul também está entre os profetas?
Texto: I Sm 10:12

Introdução: O que significa essa declaração? O que ela nos ensina hoje? Essa declaração ensina e significa que:

  1. Somos importantes para Deus

Saul foi eleito o primeiro rei de Israel, Contudo antes de ser eleito rei, Saul era um ninguém, sua família era a menor, seu bairro era também o menor de todo o Israel (I Sm 9:21); humanamente falando, ele não tinha condição nenhuma de reinar. E na época de Saul, havia um grupo de profetas muito respeitados, por serem o porta-voz de Deus na terra, se você estivesse no meio deles, você era muito importante. E foi isso o que Deus fez com Saul. De João ninguém, o transformou em alguém muito importante. Aquele que era conhecido por fazer nada, por não ter sentido nenhum na vida, agora, fazia parte do mais respeitado grupo de pessoas Israelenses.

  1. O Espírito de Deus transforma todos

Esse capítulo da bíblia em especial conta-nos o momento da unção real que Saul recebeu. E ao ser declarado rei, Deus apontou alguns sinais que comprovariam a Saul seu reinado, dentre esses estava a transformação;

Veja o que diz I Sm 10:5, 6, 9:

“Ao chegar ao monte de Deus onde o pelotão dos filisteus está, e lá, ao entrar na cidade, um grupo de profetas o encontrarão e eles estarão profetizando e o Espírito do SENHOR, se apossará de você e você será feito um novo homem e começará a profetizar no meio deles; Quando Saul despedia-se de Samuel, Deus mudou o seu coração e tudo aquilo que ele falou se cumpriu naquele dia                                                                                            

Saul que era um ninguém, teve seu coração transformado pelo próprio Deus.

A prova cabal disto é que ele começou a profetizar na cidade;

Veja I Sm 10:10:

Ao chegar à cidade, Saul e seu companheiro foram recebidos por um grupo de profetas, e o Espírito de Deus se apossou dele, e Saul profetizou no meio deles


  1. Ao verem a transformação que Deus fez na sua vida muitos ficarão espantados

Lembre-se que a família e o bairro onde Saul morava eram os mais desprezados (I Sm 9:21), agora, imagine a surpresa para os conhecidos de Saul ao o verem no meio do mais respeitado grupo de pessoas da época:

“OS PROFETAS”.

É isso o que Deus faz com pessoas que o mundo considera desprezíveis.

Deus chama aqueles que não são nada, para reduzir a nada, aquelas que acham que são (I Co 1:26-28).

Foi isso o que o Senhor Jesus fez com o perseguidor Saulo, transformando-o no apóstolo Paulo (At. 9). Como também, no pescador Simão, transformando-o no apóstolo Pedro (Jo 21 – At. 2)

A expressão "Está Saul entre os profetas" ocorre três vezes na bíblia:
1) I Sm 10:11
2) I Sm 10:12
3) I Sm 19:24

Conclusão: Você tem um valor imenso, pois, se o preço da mercadoria determina sua importância, imagine, o quanto você vale para Deus, pois, Deus deu seu único filho que tinha por você e se propôs ainda a não negar nada que você pedisse aliançado com o Seu Filho Jesus (Rm 8:32), você é mesmo muito valioso (a) para Deus Pai;

Lembre-se do que o SENHOR disse:

“Uma mãe pode esquecer do seu bebezinho? Ainda que ela se esquecesse dele, eu não me esquecerei de você” – Is 49:15

O SENHOR jurou por si mesmo dizendo: Eu não me esquecerei do seu esforço” – Am 8:7

“Depois, aqueles que temiam o SENHOR conversaram uns com os outros, e o SENHOR os ouviu com atenção. Foi escrito um livro como memorial na sua presença acerca dos que temiam o SENHOR e honravam o seu nome”. 

Ml 3:16

Deus não se esquece do seu esforço, Deus não se esquece de você, e existe no céu, um livro que é para lembrar Deus que você o teme!

Irmão (a), persevere no SENHOR, pois como Provérbios 23:17, 18 diz:

Não sinta inveja dos pecadores no seu coração, antes, persevere no temor do SENHOR todos os dias, pois o final dos seus dias será feliz e a sua esperança não será frustrada”.


sábado, 26 de março de 2011

Servir a Deus

"Agora, pois, temei ao SENHOR, e servi-o com sinceridade e com verdade; e deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais além do rio e no Egito, e servi ao SENHOR. Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR".
                                                                                                (Js 24:14,15)

A nossa vida só tem sentido quando servimos a Deus. E esses versículos nos mostram quando e como servir a Deus:

  1. Devemos servir a Deus pelo o que ele tem feito
Todos os milagres registrados aqui estão no passado. Já foram realizados por mãos de Moisés, Arão e Miriã ou Josué. Devemos sempre ter em mente o que Deus tem realizado.

Esses milagres falam de:

  • Libertação
"Assim diz o SENHOR Deus de Israel: Além do rio habitaram antigamente vossos pais, Terá, pai de Abraão e pai de Naor; e serviram a outros deuses".
Então enviei Moisés e Arão e feri ao Egito, como o fiz no meio deles; e depois vos tirei de lá
E, tirando eu a vossos pais do Egito, viestes ao mar; e os egípcios perseguiram a vossos pais com carros e com cavaleiros, até ao Mar Vermelho.E clamaram ao SENHOR, que pôs uma escuridão entre vós e os egípcios, e trouxe o mar sobre eles, e os cobriu, e os vossos olhos viram o que eu fiz no Egito". - versos 2,5,6,7

  • Direção
Eu, porém, tomei a vosso pai Abraão dalém do rio e o fiz andar por toda a terra de Canaã; também multipliquei a sua descendência e dei-lhe a Isaque - verso 3


  • Multiplicação
também multipliquei a sua descendência e dei-lhe a Isaque. - verso 3b


Como devemos servir ao SENHOR?


Temor:

Há 27 ocorrências específicas sobre o temor do SENHOR na Bíblia, e dentre seus significados estão:

I Sm 11:7 - O Temor do SENHOR produz unidade
II Cr 17:10 - O Temor do SENHOR produz paz
II Cr 19:7 - O temor do SENHOR produz zelo no que fazemos
II Cr 19:9 - O Temor do SENHOR produz fidelidade e perfeição
Jó 28:28 - O temor do SENHOR produz sabedoria
Sl 19:9 - O Temor do SENHOR limpa nossa vida
Sl 34:11 - O temor do SENHOR pode ser ensinado
Sl 111:10 - O temor do SENHOR produz bom entendimento
Pv 1:7 - O temor do SENHOR Produz conhecimento
Pv 1:29 - O Temor do SENHOR precisa ser preferido
Pv 2:5 - O Temor do SENHOR precisa ser entendido
Pv 8:13 - O temor do SENHOR é aborrecer o mal
Pv 10:27 - O temor do SENHOR produz longevidade de vida
Pv 14:26 -  O temor do SENHOR produz confiança
Pv 14:27 - O temor do SENHOR é fonte de vida
Pv 15:16 - O melhor é o pouco de temor do SENHOR do que muitas riquezas
Pv 15:33 - O temor do SENHOR Produz humildade
Pv 16:6 - O temor do SENHOR faz-nos desviar do mal
Pv 19:23 - O Temor do SENHOR deixa-nos satisfeitos
Pv 22:4 - O temor do SENHOR produz galardão
Pv 23:17 - O temor do SENHOR precisa ser conservado
Is 11:2 - O temor do SENHOR vem pelo Espírito Santo
Is 11:3 -  O temor do SENHOR precisa ser deleitado
Is 33:6 - o temor do SENHOR é nosso tesouro
At 9:31 - O temor do SENHOR é estilo de vida
II Co 5:11 - O temor do SENHOR é conhecido da Igreja Cristã


Sinceridade:

Há 10 ocorrências sobre sinceridade na Bíblia:

Gn 20:5 - A sinceridade nos deixa inocentes
Gn 20:6 - Quando sinceros, Deus nos guarda do pecado
I Cr 29:17 - Quando sinceros, oferecemos o melhor para Deus
Jó 33:3 - A sinceridade é visível a todos
I Co 5:8 - Com o sacrifício de Jesus, fomos revestidos de sinceridade
II Co 1:12 -  A sinceridade nos glorifica
II Co 2:17 - A sinceridade é para interpretar corretamente a Palavra de Deus
II Co 8:8 - Amor precisa ser sincero
Ef 6:5 - Sinceridade no trato humano pela obediência a Palavra

Verdade:

Há 424 ocorrências sobre "verdade"  na bíblia, aqui estão as mais importantes:

Sl 31:5 - O SENHOR é o Deus da Verdade
Sl 51:6 - Deus ama a verdade
Sl 96:13 - O julgamento é verdade
Sl 117:2 - A verdade é eterna
Jo 14:6 - Jesus Cristo é a Verdade
I Jo 1:6 - A verdade precisa ser praticada
I Jo 3:19 - A verdade produz segurança
I Jo 5:6 - O Espírito é a Verdade


Em família:

Como Abraão em Gn 18
Como Lázaro em Jo 11
Como Cornélio em At 10
Como o centurião de At 16


Completamente:

Algo completo é algo "a que não falta parte ou elemento algum dos que o constituem ou que deve ter, que está no máximo de sua capacidade, que está no seu máximo de perfeição; total, absoluto,a totalidade, o total"

É uma entrega sem reservas como

Noé em Gn 6-8
Abraão em Gn 22
Davi ao dançar para o SENHOR em II Sm 6
Jesus ao despir da sua glória,morrer na cruz e subir ao Pai em Fp 2:5-11


Quero finalizar com perguntas como:

  • Como tem sido seu serviço (Ministério) a Deus?
  • Você tem dado o "Seu máximo para o mais elevado"?
  • Deus estaria contente com sua obediência?

sexta-feira, 25 de março de 2011

a graça é inexplicável

“Então ela caiu sobre o seu rosto, e se inclinou a terra; e disse-lhe: Por que achei graça em teus olhos, para que faças caso de mim, sendo eu uma estrangeira? E respondeu Boaz, e disse-lhe: Bem se me contou quanto fizeste à tua sogra, depois da morte de teu marido; e deixaste a teu pai e a tua mãe, e a terra onde nasceste, e vieste para um povo que antes não conheceste. O SENHOR retribua o teu feito; e te seja concedido pleno galardão da parte do SENHOR, Deus de Israel, sob cujas asas te vieste abrigar”. – Rt 2:10-12

A graça é algo realmente inexplicável. Rute era uma estrangeira Moabita, e mesmo assim Boaz quis ajudá-la. Isso fala do que Cristo fez a Igreja; pois Boaz era Belemita e Efrateu como o Senhor e nós éramos como Rute: Gentios!


Esse texto é uma representação da nossa vida:

  1. A decisão de Rute representa a nossa decisão:

A decisão dela foi de abandonar familiares, posses para se aliançar com o Deus de Israel.

Nós também decidimos pelo Deus de Israel, colocando familiares, posses em segundo plano em favor do Reino de Deus.

Por isso, Jesus disse: “Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna”. – Mc 10:28, 29

Jesus sabia e ainda sabe hoje o quanto é doloroso para nós, como também foi doloroso para ele se esvaziar da sua glória e poder para vir nos resgatar. Por isso, Jesus e Boaz disseram sobre galardão ou recompensa;

  1. O galardão acontece por causa da nossa decisão:
A retribuição do SENHOR viria porque ela colocou o Deus de Israel em primeiro plano, o receber cem vezes tanto, vem pelo deixar casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos, campos por amor a Jesus e ao evangelho.

O interessante é que:

  • O galardão é retribuição, é conquista!

Há 15 versículos na bíblia que falam sobre galardão. E em todos, o galardão é tido como recompensa, retribuição e conquista, veja:

è Gn 15:1 à Deus disse “Eu sou teu escudo, teu galardão será grandíssimo” Pois no capitulo 14, Abraão, enfrentou cinco reis e ainda libertou seu sobrinho Ló, mostrando assim o galardão como recompensa!

è Gn 30:18 à Leia ou Lia disse “Deus me tem dado galardão, porquanto tenho dado minha serva a meu marido”. Esse galardão era um filho chamado Issacar que significa “recompensa, galardão”. Ela só teve o galardão, pois permitiu sua serva ter relações sexuais com seu marido que na época do Gênesis era algo permitido.  Issacar nasceu como recompensa do relacionamento de Jacó com Lia ou Léia;

è Sl 109:20 à Esse galardão aqui é algo para os inimigos do Salmista. Pois no versículo 18 e 19 diz: “Assim como se vestiu de maldição como de um vestido, assim penetre ela nas suas entranhas como água, e em seus ossos como azeite! Seja para ele como o vestido com que ele se cobre, e como o cinto com que sempre anda cingido”!  Esse galardão é a maldição que os inimigos do salmista quis fazer acontecer contra ele. Vemos então que até mesmo suas intenções podem determinar seu galardão.

è Sl 127:3 à Esse galardão aqui são os filhos como recompensa do relacionamento do casal crente com o SENHOR, como aconteceu com Isabel e Zacarias, pais de João Batista. (Lc 1:5 - 80)

è Pv 11:18 à Esse galardão aqui é fruto de uma semeadura. Semeou justiça colheu galardão seguro. Toda semeadura resulta em uma colheita. Suas sementes lhe trarão galardões.

è Pv 22:4 à Os galardões aqui são: “Riquezas, honra e vida” como conseqüência da humildade e do temor do SENHOR. Se você teme ao SENHOR e é humilde tem riquezas naturais e espirituais, honra naturais e espirituais e vida natural e espiritual. Ser humilde é saber quem você é no SENHOR!

è Is 40:10 à O nosso galardão está com Deus. Não com homens, posições, posses, ou mesmo na terra. Ele vem para retribuir cada um segundo suas obras, seus feitos (Jr. 17:10; Rm 14:12; II Co 5:10).

è Is 49:4 à O galardão é visto aqui como “direito”. Todo galardão é um direito seu, não um dom dado, um presente, pois como Rm 4:4 diz:
Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado a recompensa segundo a graça, mas segundo a dívida”.

è Is 62:11 à O galardão aqui é anunciado em toda terra. Isso nos faz lembrar de Dt 28:2, onde Deus nos exaltaria sobre toda a terra por nossa obediência, nos faz lembrar ainda de Mt 6:6, onde Deus nos recompensará publicamente. Seu galardão, seu direito, sua recompensa, não ficará oculta aos olhos das pessoas, antes, será visto, E todos os povos da terra verão que és chamado pelo nome do SENHOR, e terão temor de ti – Dt 28:10

è Jr. 31:16 à O galardão nos faz esquecer o choro, as lágrimas e ainda vem cheio de restituição. O galardão é visto aqui como recompensa “do teu trabalho”.

è Mt 5:12 à O galardão é fruto de perseguição pela justiça de Deus. Quanto mais sofremos pelo evangelho mais recompensado somos. Esse é o pensamento que permeia Hb 11:35 – 40. O galardão é produtor de alegria e regozijo.

è Lc 6:23 à O galardão será entregue nos céus, quando todos passaremos pelo tribunal de Cristo, esse tribunal não é para condenação, visto que só a Igreja passa por ela, mas para recompensa como diz II Co 5:10. Por isso devemos fitar nossos olhares para Jesus, pois é ele quem nos dará a recompensa!

è I Co 3:8 à Galardão é individual, não coletivo. Você colherá o que plantou
(Gl 6:7), Você determina o tamanho do teu galardão, só depende de você!
Esse é o pensamento que permeia Mc 9:41

è I Co 3:14 à O galardão bem estruturado é aquele que permanece. Só aqueles que permanecerem é que serão recompensados, por isso Jesus advertiu seus discípulos a edificarem tesouros nos céus, pois as coisas lá no céu são coisas permanentes. II Co 4:16-18

  • O galardão será pleno

Pleno é algo que se mostra cheio, repleto, completo, inteiro, perfeito, cabal, carregado.

 Por isso, Jesus disse: “Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo”.

 O galardão é transbordante por isso o Sl 126 diz: “Os que semeiam com lágrimas, com júbilo colherão”.


Só seremos galardoados, recompensados, se primeiro abandonarmos o que nos impede de servir ao SENHOR com o nosso melhor, com o nosso “Máximo para o mais elevelado” e então seremos exaltados!

Quero finalizar com perguntas:

  • Você realmente se decidiu por Cristo?

  • Está disposto a dar tudo o que tem por ele?

Alguém já disse “Devemos tudo na vida e na eternidade a Cristo”

  • O que você tem semeado agora, para colher no céu?

Orlando Boyer já disse “Não é só o ambiente, mas a escolha da mocidade que determina seu futuro não só aqui mas também no céu”

Que sejamos pessoas que semeiem bem, para podermos colher melhor ainda.

Que Deus mude nossa semeadura se ela for a causa de colhermos coisas ruins e más

Que Deus nos dê o foco não só do galardão, mas também não deixe que o percamos de vista


quarta-feira, 23 de março de 2011

Devemos temer a Morte, sim ou não?

Devemos temer a Morte? - Jo 5:25; I Co 15:22

Morte é o fim da vida humana, desaparecimento de algo que existiu. E a bíblia declara que é o último inimigo a ser destruído; Mas o Cristão comprometido deve temer a morte?

Todo cristão renascido em Cristo não deve temer a morte, pois está aliançado com a própria ressurreição e vida (Jo 11:25). O cristão comprometido sabe que se viver glorifica a Cristo, se morrer, também glorifica a Cristo (Fp 1:20-21),
Para ele “Se vivemos, vivemos para o Senhor; e, se morremos, morremos para o Senhor assim, quer vivamos,quer morramos, pertencemos ao Senhor”.
                                                                                                         Rm 14:8

A estória nos diz um pouco da vida de João Paton (1824 a 1907), filho de crentes fervorosos que se tornou missionário entre os antropófagos (canibais). Quando alguém disse que ele morreria comido por eles, ele, João Paton, respondeu:
        
“O irmão é mais velho do que eu e em breve será comido por vermes. Se eu conseguir viver e morrer servindo o Senhor Jesus e honrando seu nome não me importunarei de se comido por antropófagos ou por vermes; No grande dia da ressurreição meu corpo se levantará tão belo quanto o seu, na semelhança do Redentor Ressuscitado”. (Fp 3:20-21)

A estória nos diz ainda sobre a vida da vida de Adriano e Natália (303 DC), esse Adriano era um torturador de Cristãos, mas que se converteu a Cristo, “pela segurança que os cristãos tinham de irem ao lar do Pai ao morrerem”.

Até no momento da morte, o cristão evangeliza! Por isso a bíblia diz:

Para o SENHOR é preciosa a morte dos seus fiéis. Pois se um grão de trigo caindo na terra não morrer, fica ele só, mas se morrer produz muito fruto”.

                   (Sl 116:15 e Jo 12:24)


A bíblia é cheia de paradoxos, e um desses paradoxos é que a morte opera vida! Prova clara disto é que o Senhor Jesus Cristo morreu para termos vida.

Veja também I Co 15:36 e depois II Co 4:10-12:

Insensato! O que você semeia não nasce a não ser que morra. Pois nós, que estamos vivos, somos sempre entregues à morte por amor a Jesus, para que a sua vida também se manifeste em nosso corpo mortal. De modo que em nós atua a morte; mas em vocês, a vida.”

O renomado pastor Mike murdock diz bem:

Deus queria uma família e tinha um único filho, então ele semeou esse filho para colher uma família”.

Como Deus semeou Jesus? Através da Morte!

Agora, João 5:25 é bem interessante, vamos analisá-lo:

É uma profecia de dupla referência

Uma profecia de dupla referencia é aquela que tem um significado imediato e um mistério espiritual unidos na raiz. Ou seja, ela se cumpre nos dias que foi dita e também no fim dos tempos. Quando o Senhor Jesus disse: “E os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus” ele não especificou tempo, só apontou algo futuro. Se compararmos esse verso com Mateus 27:52 vemos claramente que ele é uma profecia de dupla referência, pois diz “Os sepulcros se abriram, e os corpos de muitos santos que tinham morrido foram ressuscitados”. 

Isso aconteceu após Jesus gritar “Deus meu, Deus meu, por que me desamparastes?”.

 Eles ouviram a voz do Filho de Deus e ressuscitaram! Mas é também uma profecia de dupla referência comparado com João 5:28, 29 que diz:

Não fiquem admirados com isto, pois está chegando a hora em que todos os que estiverem nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão; os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal ressuscitarão para serem condenados”.

E também, porque quando ouvimos a Palavra da Verdade e cremos nela, o Espírito Santo veio e nos ressuscitou quando estávamos mortos (Ef 2:1) como prova do amor de Deus Pai (Rm 5:1-11);

Esse texto aponta ainda:

Para ressurreição física:

Como aconteceu com Lazaro (Jo 11), com o filho da viúva que hospedou Elias (I Rs 17:8-24), e o filho da sunamita que hospedou Eliseu (II Rs 4:8-37), como a filha de Jairo (Mc 5:21-24, 35-43), como aconteceu com Dorcas (At. 9:32-43), Como aconteceu com Êutico (At. 20:1-12).

Para ressurreição espiritual:

Como aponta Ef 2:1-10; Rm 6:1-23

Esse texto aponta também o poder transformador de Deus:

Ele transformou:

Jacó (Enganador) em Israel (Príncipe de Deus)

Simão (Vara Bamba, Ouvinte) em Pedro (Rocha, Pedra)

Saulo (Forte, Desejado) em Paulo (Pequeno, menor)

É nele que encontramos sentido para II Co 5:17:

“Se alguém está em Cristo é feito uma nova Criação” – Original Grego

Quero finalizar dizendo o que Li no livro “Murmuradores – Ap Sinomar”:

Quando morremos, deixamos para trás tudo o que temos e levamos tudo o que somos”.

E o que diz a Bíblia em Apocalipse 14:13 que diz:

Então ouvi uma voz dos céus dizendo: Escreva: Felizes os mortos que morrem no Senhor de agora em diante, diz o Espírito: Sim, eles descansarão das suas fadigas e suas obras os acompanharão”.

Por isso o apóstolo Paulo dizia que estar com Cristo é Incomparavelmente melhor (Fp 1:23), pois lá é Siló (Lugar de descanso). “Pois ainda resta um repouso para o povo de Deus – Hb 4:9”.

Então cristão não tema diante da sua morte, se ela vier a ocorrer, mas junto comigo, vamos nutrir a expectativa que o arrebatamento aconteça antes!


Mas se você ainda não se tornou um cristão, ou é um cristão meia-boca, ou um cristão ausente do Senhor (Desviado) aconselho você a se arrepender e retornar para Cristo

"Pois a vida está nele e a vida é a luz dos homens" - Jo 1:4

"Vocês não querem vir a mim, para terem vida" - Jo 5:40 (Vida é só em Cristo Jesus)


Que você se torne um cristão renascido para Deus e cheio do Espírito Santo da Promessa, se você já é, que você possa ser sal e luz cada vez mais em nome do Senhor Jesus.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Quatro níveis no amadurecimento da fé – Pr Éber Rodrigues

Tema: Quatro níveis no amadurecimento da fé – Pr Éber Rodrigues
Texto: Mc 5:21-43

Introdução: A fé é característica de Deus que foi colocada em nós. É a capacidade que Deus nos deu de andar como Deus anda. Ao renascermos em Deus todos recebemos uma medida de fé (Rm 12:3). Mas precisamos crescer em fé (II Ts 1:3), pois a unção cresce junto com a fé. Quais são os níveis da fé? São estes:

I)                  Fé Infantil

a)     Abertura completa a Palavra – A Palavra escrita se torna viva
b)     Misturada – De acordo com a Palavra e a Circunstância


II)               Primeiro passo maturidade

a)     Sem misturas – A mulher sabia que ao tocar em Cristo seria curada
b)     Guarda a confissão de acordo com a Palavra de acordo com o futuro


III)            Provada

a)     Fé diante do Fogo (I Pe 1:7)
b)     Purificada – Se atém a Palavra de Deus


IV)             Plenitude

a)     Vê como Deus vê, age como Deus age, pensa como Deus Pensa
b)     Crença absoluta no que Deus diz


Conclusão: É no devocional que Deus aumenta nossa fé (Lc 17:5) através da Palavra (Rm 10:17), através da oração em Línguas (Jd. 20). Crer na Palavra não é risco, é uma vitória! A Palavra é vitoriosa, aonde ela chega, ela se estabelece! Seu coração mudado, a circunstância é mudada (Pv 4:23), mude a semeadura e você mudará a colheita somente através da Palavra. A Palavra de Deus no A.T. era escrita em Pedras (Is 28:16), (Ex 24:12). Mas hoje é escrita em nosso Coração (II Co 3:3), por isso podemos crescer em fé!

domingo, 20 de março de 2011

A Escolha Correta

Tema: A Escolha Correta
Texto: Js 23:1 – 24:15

Introdução: Os israelitas já estavam conquistando sua herança na terra prometida, já haviam feito escolhas corretas e erradas. Mas ainda havia muita terra para conquistar (Js 13:1), e para conquistar esse restante da terra seria necessário fazer a maior escolha correta da vida: O senhor, o Deus de Israel:

  1. Os israelitas tinham inúmeras razões para escolherem o senhor:

    • Ele pelejou por eles, desde o tempo da travessia do Mar Vermelho (Ex 14:25).

    • Ele expulsou nações maiores e mais fortes que Israel (Dt 20:1-4)

    • Toda boa palavra que Deus deu a Israel se cumpriu (Js 21:43-45) e (Nm 23:19)

    • Ele os multiplicou desde Abraão, separando-o da Idolatria (Js 24:2).

    • Fez milagres no Egito desde o tempo de Abraão (Gn 12:17) e mais especialmente no Êxodo (Js 24:5)

    • Os conduziu como um Pai conduz um filho no deserto, haja vista que nada faltou para eles (Dt 1:31; 2:7),

    • Converteu a maldição em benção (Js 24:9-10) (Ne 13:2)

    • Enviou vespões diante deles (Js 24:12-13) e (Dt 7:20)

Diante disso tudo, os israelitas deveriam escolher:

  1. Servir ou não o senhor, o Deus de Israel:

    • Para serví-lo, devemos mudar completamente (Js 24:14).

 A palavra grega para arrependimento é muito significativa, pois fala de uma mudança completa de comportamento e pensamento, uma real mudança de vida (Metanóia).

·        Essa é a maior e melhor escolha: o Deus de Israel

Ele é o autor e mantenedor da vida, ele é o autor e consumador da fé, ele é o principio e o fim, ele é o único senhor, o Deus vivo, fiel, zeloso, eterno, bondoso, misericordioso, tardio em irar, o mesmo Deus que entregou o Senhor Jesus para morrer por nós como sacrifício substitutivo, o mesmo Deus que nos destinou para seu Reino e Glória! (I Ts 2:12)

Conclusão: Diante de tudo Isto, quero perguntá-lo:

  1. Você já escolheu a “boa parte” que é Jesus?
  2. Se você se desviou, não quer retornar para Ele?
  3. O que impede hoje de escolher, aquele que já o escolheu (Jo 15:16)?
  4. Que tal escolhê-lo hoje?

Lembre-se o que o Senhor Jesus Cristo disse: “Se alguém me negar diante dos homens, também o Filho do Homem o negará diante do Seu Pai, mas aquele que me confessar diante dos homens, também o Filho do Homem o confessará diante dos anjos de Deus”.                  (Lc 12:8-9)

Lembre-se do que o apóstolo Paulo disse: “Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo; pois é com o coração que se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.”.
                                                                                                                                 (Rm 10:9-10)



sábado, 19 de março de 2011

Toda a comunidade dos israelitas reuniu-se em Siló e ali armou a Tenda do Encontro. A terra foi dominada por eles; mas sete tribos ainda não tinham recebido a sua herança.  Então Josué disse aos israelitas: “Até quando vocês vão negligenciar a posse da terra que o SENHOR, o Deus dos seus antepassados, lhes deu? Escolham três homens de cada tribo, e eu os enviarei. Eles vão examinar a terra e mapeá-la, conforme a herança de cada tribo. Depois voltarão a mim. Dividam a terra em sete partes. Judá ficará em seu território ao sul, e a tribo de José em seu território ao norte. Depois que fizerem um mapa das sete partes da terra, tragam-no para mim, e eu farei sorteio para vocês na presença do SENHOR, o nosso Deus. Mas os levitas nada receberão entre vocês, pois o sacerdócio do SENHOR é a herança deles. Gade, Rúben e a metade da tribo de Manassés já receberam a sua herança no lado leste do Jordão, dada a eles por Moisés, servo do SENHOR”.
   Quando os homens estavam de partida para mapear a terra, Josué os instruiu: “Vão examinar a terra e façam uma descrição dela. Depois voltem, e eu farei um sorteio para vocês aqui em Siló, na presença do SENHOR”. Os homens partiram e percorreram a terra. Descreveram-na num rolo, cidade por cidade, em sete partes, e retornaram a Josué, ao acampamento de Siló. Josué fez então um sorteio para eles em Siló, na presença do SENHOR, e ali distribuiu a terra aos israelitas, conforme a porção devida a cada tribo.
                                                                                 
(Josué 18:1-10)

. Gostaria aqui que examinássemos algumas lições desse texto:

I)                    Os israelitas estavam em Siló.

Siló significa “Lugar de descanso”. Eles estavam no lugar do descanso, mas ainda sete tribos não haviam recebido sua herança; como poderiam descansar num momento como esses? Você tem descansado num momento impróprio?
 Siló não era o lugar definitivo para essas tribos, como aqui não é nosso lugar definitivo. Você está descansando espiritualmente, quando deveria não descansar?

II)                   Os israelitas negligenciaram a posse da terra

A terra estava sujeita diante do SENHOR e do seu povo, veja I Crônicas 22:18:

“Disse ele: Certamente o SENHOR, o seu Deus, está com vocês, e lhes concedeu paz. Pois ele entregou os habitantes dessa terra em minhas mãos, e ela foi submetida ao SENHOR e ao seu povo”.

A terra estava sujeita aos israelitas desde o momento do êxodo, porém, eles não assumiram como ocorre a maioria das vezes conosco. Deus nos dá a promessa e nós a negligenciamos. Será que temos negligenciado alguma promessa de Deus? Eles nem sequer deram ao trabalho de examinar e mapear a terra. Você tem feito a sua parte na execução dos propósitos de Deus?

III)                 A medida de Deus é exata

Duas tribos e meia receberam sua herança do lado de lá do Jordão. Algumas também já haviam recebido sua parte deste lado de cá, contudo, sete não receberam herança alguma; E foi na medida das sete tribos que não receberam herança nenhuma que o SENHOR através da vida de Josué manda dividir a terra.
Vale a pena dizer que o ditado popular que diz que “Deus escreve certo por linhas tortas” é falho, pois, Deus escreve certo em linhas certas. E o outro ditado que diz “Deus falha, mas não tarda”, também é errado, pois Deus jamais falha e falhará; O tempo dele é o certo e a medida dele também é!

IV)               A fonte da conquista está na unidade:


“Toda a comunidade dos israelitas reuniu-se”.

O Salmo 133 diz assim:

“Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! É como óleo precioso derramado sobre a cabeça, que desce pela barba, a barba de Arão, até a gola das suas vestes. É como o orvalho do Hermom quando desce sobre os montes de Sião. Ali o SENHOR concede a bênção da vida para sempre”.

Em João 17, o Senhor Jesus ora por seus discípulos e diz:

“Pai santo, protege-os em teu nome, o nome que me deste, para que sejam um assim como nós somos um. Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem deles, para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós para que o mundo creia que tu me enviaste. Dei-lhes a glória que me deste, para que eles sejam um, assim como nós somos um: eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste.                                                                                          (Vs 11, 20-23).

V)                Devemos testificar do que o nosso Deus nos deu

Vão examinar a terra e façam uma descrição dela

Descrever significa dentre outras coisas “fazer um relato circunstanciado de; contar em detalhes; narrar”.

O evangelista Lucas diz no preâmbulo do seu evangelho:

Muitos já se dedicaram a elaborar um relato dos fatos que se cumpriram entre nós, conforme nos foram transmitidos por aqueles que desde o início foram testemunhas oculares e servos da palavra. Eu mesmo investiguei tudo cuidadosamente, desde o começo, e decidi escrever-te um relato ordenado, ó excelentíssimo Teófilo, para que tenhas a certeza das coisas que te foram ensinadas. (Lc 1:1-4)

Jefté, nono juiz sobre Israel disse o seguinte:

Era então Jefté, o gileadita, homem valoroso, porém filho duma prostituta; Gileade era o pai dele. Também a mulher de Gileade lhe deu filhos; quando os filhos desta eram já grandes, expulsaram a Jefté, e lhe disseram: Não herdarás na casa de nosso pai, porque é filho de outra mulher. Então Jefté fugiu de diante de seus irmãos, e habitou na terra de Tobe; e homens levianos juntaram-se a Jefté, e saiam com ele.
Passado algum tempo, os amonitas fizeram guerra a Israel. E, estando eles a guerrear contra Israel, foram os anciãos de Gileade para trazer Jefté da terra de Tobe, e lhe disseram: Vem, seja o nosso chefe, para que combatamos contra os amonitas. Jefté, porém, perguntou aos anciãos de Gileade: Porventura não me odiastes, e não me expulsastes da casa de meu pai? Por que, pois, agora viestes a mim, quando estais em aperto?Responderam-lhe os anciãos de Gileade: É por isso que tornamos a ti agora, para que venhas conosco, e combatas contra os amonitas, e nos sejas por chefe sobre todos os habitantes de Gileade. Então Jefté disse aos anciãos de Gileade: Se me fizerdes voltar para combater contra os amonitas, e o Senhor mos entregar diante de mim, então serei eu o vosso chefe. Responderam os anciãos de Gileade a Jefté: O Senhor será testemunha entre nós de que faremos conforme a tua palavra.
Assim Jefté foi com os anciãos de Gileade, e o povo o pôs por cabeça e chefe sobre si; e Jefté falou todas as suas palavras perante o Senhor em Mispa. Depois Jefté enviou mensageiros ao rei dos amonitas, para lhe dizerem: Que há entre mim e ti, que vieste a mim para guerrear contra a minha terra?Respondeu o rei dos amonitas aos mensageiros de Jefté: É porque Israel, quando subiu do Egito, tomou a minha terra, desde o Arnom até o Jaboque e o Jordão; restitui-me, pois, agora essas terras em paz. Jefté, porém, tornou a enviar mensageiros ao rei dos amonitas,dizendo-lhe: Assim diz Jefté: Israel não tomou a terra de Moabe, nem a terra dos amonitas;mas quando Israel subiu do Egito, andou pelo deserto até o Mar Vermelho, e depois chegou a Cades;dali enviou mensageiros ao rei de Edom, a dizer-lhe: Rogo-te que me deixes passar pela tua terra. Mas o rei de Edom não lhe deu ouvidos. Então enviou ao rei de Moabe, o qual também não consentiu; e assim Israel ficou em Cades. Depois andou pelo deserto e rodeou a terra de Edom e a terra de Moabe, e veio pelo lado oriental da terra de Moabe, e acampou além do Arnom; porém não entrou no território de Moabe, pois o Arnom era o limite de Moabe.E Israel enviou mensageiros a Siom, rei dos amorreus, rei de Hesbom, e disse-lhe: Rogo-te que nos deixes passar pela tua terra até o meu lugar.Siom, porém, não se fiou de Israel para o deixar passar pelo seu território; pelo contrário, ajuntando todo o seu povo, acampou em Jaza e combateu contra Israel.E o Senhor Deus de Israel entregou Siom com todo o seu povo na mão de Israel, que os feriu e se apoderou de toda a terra dos amorreus que habitavam naquela região.Apoderou-se de todo o território dos amorreus, desde o Arnom até o Jaboque, e desde o deserto até o Jordão.
Assim o Senhor Deus de Israel desapossou os amorreus de diante do seu povo de Israel; e possuirias tu esse território?
Não possuirias tu o território daquele que Quemós, teu deus, desapossasse de diante de ti? Assim possuiremos nós o território de todos quantos o Senhor nosso Deus desapossar de diante de nós.
Agora, és tu melhor do que Balaque, filho de Zipor, rei de Moabe? Ousou ele jamais contender com Israel, ou lhe mover guerra?
Enquanto Israel habitou trezentos anos em Hesbom e nas suas vilas, em Aroer e nas suas vilas em todas as cidades que estão ao longo do Arnom, por que não as recuperaste naquele tempo?
Não fui eu que pequei contra ti; és tu, porém, que usas de injustiça para comigo, fazendo-me guerra. O Senhor, que é juiz, julgue hoje entre os filhos de Israel e os amonitas.
                                                                                                          (Jz 11:1-27)

Ele descreveu o território que o SENHOR, o Deus de Israel deu aos filhos de Jacó, você tem descrito as bênçãos do SENHOR?

Diz o Salmista:

“Uma geração louvará as tuas obras à outra geração, e anunciará os teus atos poderosos”.                                                                           (Sl 145:4)

Devemos profetizar o que queremos receber de Deus, devemos também, dizer as promessas do SENHOR para nós, pois a morte e a vida estão no poder da língua. (Pv 18:21)

Quero concluir com algumas perguntas:

  • Qual é o seu lugar no propósito de Deus?
  • Você tem negligenciado alguma palavra do SENHOR?

    Lembre-se de Josué 21:43-45: “Desta maneira deu o Senhor a Israel toda a terra que, com juramento, prometera dar a seus pais; e eles a possuíram e habitaram nela. E o Senhor lhes deu repouso de todos os lados, conforme tudo quanto jurara a seus pais; nenhum de todos os seus inimigos pôde ficar de pé diante deles, mas a todos o Senhor lhes entregou nas mãos. Palavra alguma falhou de todas as boas coisas que o Senhor prometera à casa de Israel; tudo se cumpriu.”.

  • Você tem testificado do que Deus fez, faz e fará em sua vida?