quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Vencendo os ruídos das circunstâncias!

Veio sobre mim a mão do SENHOR; ele me levou pelo Espírito do SENHOR e me deixou no meio de um vale que estava cheio de ossos, e me fez andar ao redor deles; eram mui numerosos na superfície do vale e estavam sequíssimos. Então me perguntou: Filho do homem,  acaso, poderão reviver estes ossos? Respondi: SENHOR Deus, tu o sabes. Disse-me ele: Profetiza a estes ossos e dize-lhes: Ossos secos ouvi a palavra do SENHOR.  Assim diz o SENHOR Deus a estes ossos: Eis que farei entrar o espírito em vós e vivereis. Porei tendões sobre vós, farei crescer carne sobre vós, sobre vós estenderei pele e porei em vós o espírito,  e vivereis. E sabereis que eu sou o SENHOR. Então profetizei segundo me fora ordenado; enquanto eu profetizava, houve um ruído, um barulho de ossos que batiam contra ossos e se ajuntavam, cada osso ao seu osso. Olhei, e eis que havia tendões sobre eles, e cresceram as carnes,  e se estendeu a pele sobre eles; mas não havia neles o espírito. Então, ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize-lhe: Assim diz o SENHOR Deus: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos para que vivam. Profetizei como ele me ordenara, e o espírito entrou neles, e viveram e se puseram em pé, um exército sobremodo numeroso. Então, me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel . Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu toda esperança; estamos de todo exterminados. Portanto, profetiza e dize-lhes: Assim diz o SENHOR Deus:  Eis que eu abrirei a vossa sepultura, e vos farei sair dela, ó povo meu, e vos trarei a terra de Israel. Sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir a vossa sepultura e vos fizer sair dela, ó povo meu. Porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos estabelecerei na vossa própria terra. Então, sabereis que eu, o SENHOR, disse isto e o fiz, diz o SENHOR. (Ezequiel 37:1-14)
Esse texto têm sido interpretado ao longo dos anos como um texto que revela princípios de aviamento, princípios que tencionam a restauração da unção perdida. Quando eu meditava em como recobrar a unção perdida, esse texto me veio a mente e eu quero na simplicidade, compartilhar com meus leitores, alguns princípios que o Espírito Santo me revelou, não pretendo ter todas as revelações cabíveis ou pertinentes a esse texto, mas as que escreverei adiante, muito me auxiliaram a começar o processo de recobrimento da unção divina. Não estou no auge da unção, mas caminho em direção a ela e se você como eu deseja receber mais de Deus, analise esses princípios e deixe que Deus fale contigo; eis os princípios:
1.       Dirija a palavra profética a situação contrária que esteja vendo.
No versículo 4, o Senhor ordenou a Ezequiel que profetizasse aos ossos. Devemos recordar que esses ossos estavam sequíssimos. Os ossos eram a situação visível. Os ossos indicam a impossibilidade. Não havia nada a não ser a palavra do Senhor que estimulasse o profeta. Talvez você esteja numa situação onde tudo parece contrário a você, mas sempre há uma palavra Rhema (Revelada) de Deus pra você. Simão recebeu um Rhema de Deus no barco em meio a tempestade, Jeremias recebeu um Rhema de Deus no calabouço, Daniel recebeu um Rhema de Deus na corte babilônica. Onde você estiver, há um Rhema de Deus para você. A você que como Jó tem estimulado a muitos mas se cansou (Jó 4:3), não desista de estimular porque a situação parece imutável, pois quem semeia com lágrimas, com júbilo ceifará (Sl 126:6). Só nosso Deus é imutável nenhuma circunstância o é!
Portanto, jamais desista de amigos, irmãos, parentes, sonhos, alvos, prossiga para o alvo esquecendo as tormentas passadas (Fp. 3:13,14), não é fácil, eu sei (e como sei!) mas sempre há uma condição de vitória em Deus pra nós, ele sempre nós conduz em triunfo (2 Co. 2:14).
Abra sua boca, então e profetize, diga a Palavra, pratique a Confissão – Homologia, o concordar com Deus e diga: “Assim diz o SENHOR:”
2.       Desconsidere todo aparente retrocesso, continue crendo no milagre.
No versículo 7, enquanto o profeta obedecia houve um ruído. Na maioria das vezes, quando estamos próximos do milagre sempre há um ruído. Quando a mulher hemorrágica estava pra tocar em Jesus, uma multidão ruía. Quando Bartimeu clamava, a multidão ruía dizendo: “não incomodes o mestre”. Quando Jairo instava com o Senhor, os seus diziam: Sua filha já morreu, por que incomodas o mestre ainda?” Quando o paralítico estava diante do Senhor, os fariseus diziam: “Só Deus pode perdoar pecados, ele blasfema”. Quando o paralítico de Betesda estava diante do Senhor, sua mente dizia: “Sempre que eu me aproximo do tanque, outro entra antes de mim”. Sempre haverá pessoas, situações que ruirão quando você estiver próximo do milagre. E a resposta de como vencer esse ruído esta no que o Senhor disse a Jairo: “não temas, crê somente”.
Se você sabe algumas partes da escritura, recite-as dizendo como o Mestre: “Está Escrito”, se você ora em línguas, ore em línguas, pois isto edifica seu espírito (1 Co. 14:14; Jd. 20), cante louvores, ore, adore, jejue, creia (Tg. 5:13)
Confesse: “Olho não viu, ouvido não ouviu, mente não imaginou o que Deus tem preparado para aqueles que o amam, mas Deus tem nos revelado pelo Espírito” (1 Co. 2:9,10a). E:
“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Rm. 8:28)  E:
“Nenhuma arma forjada contra ti prosperará, e toda língua que levantar contra ti em juízo, tu a condenarás esta é a herança dos santos que vem de mim diz o SENHOR” (Is. 54:17)
3.       Siga todas as orientações de Deus.
No versículo 9, o profeta seguiu a ordem de Deus (Profetizei como ele me ordenara); No livro, a quarta dimensão, David Paul Yong Cho diz que dois de seus discípulos quebraram por não terem uma palavra Rhema de Deus, então ele traça a diferença fundamental entre fracasso e sucesso como “Obediência a Palavra Rhema de Deus”.  Aqui a ordem divina era:  “Profetiza ao espírito”. O espírito é o Espírito de Vida (Rm. 8:2) ele nos deu vida juntamente com Cristo (Ef. 2:1-10).
Independentemente de qual seja sua situação, chame o Espírito dizendo: “Vem dos quatro ventos, o espírito e assopra sobre estes mortos para que vivam”. E então, o Espírito virá e um exército sobremodo numeroso se colocará em pé diante de ti... ALELUIA!!!
Persista até que o milagre chegue! Porque em lugar da vergonha teremos dupla honra (Is. 61:7), nós não seremos mais envergonhados (Jl. 2:26), Deus nos fará herdar a herança das alturas de Jacó nosso Pai (Is. 58:14)

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O Sacrificío de Jesus e seu Valor

Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenaçäo, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificaçäo de vida. Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos seräo feitos justos. (Romanos 5:18,19)

Quero falar hoje do valor que o sacrifício de Jesus Cristo tem para nós. Todas as nossas ações revelam algum tipo de valor, seja ele pequeno ou grande, seja ele intenso ou não. Mas a maioria das pessoas têm-se esquecido do valor que a cruz representa para o cristianismo. Diversas pessoas têm se importado mais com a moda, com a opinião de terceiros,  com reconhecimento, com fama, com status do que com o que Deus pensa a respeito delas.

Pessoas têm-se proposto a se verem na ótica de outras. Por causa disto, elas tem sofrido diversas dores. Mas o que Deus mais deseja é que a Noiva de Seu Primogênito enxergue as coisas como elas são de fato.

Diante disso, vejamos qual é o valor do sacrifício de Jesus:

  • O valor do sacrifício no Antigo Testamento:
A palavra sacrifício ocorre 219 vezes no Antigo Testamento e 34 vezes no Novo Testamento.

Todos os sacrifícios do Antigo Testamento são sombra do que o Senhor Jesus fez no Calvário. A idéia do sacrifício é muitas vezes usada num sentido secundário e metafórico, aplicando-se as boas obras dos crentes, aos deveres de oração, aos louvores a Deus

Hebreus 13:15,16 - Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome.E näo vos esqueçais da beneficência e comunicaçäo, porque com tais sacrifícios Deus se agrada.

Salmo 51:17 -  Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito não o desprezarás, ó Deus

Romanos 12:1 - Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis os vossos corpos por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus

Compreendemos o valor do sacrifício para um judeu quando lemos que Deus queria destruir Jerusalém e exigiu um sacrificio de Davi e Davi foi comprar uma eira (campo) de Araúna (também conhecido como Ornã) e Araúna quis presentear Davi com a eira, então Davi disse: "Näo, mas por preço justo to comprarei, porque näo oferecerei ao SENHOR meu Deus holocaustos que näo me custem nada. Assim Davi comprou a eira e os bois por cinqüenta siclos de prata." (2 Samuel 24:24).

O tamanho do sacrifício que você faz determina o valor do seu amor. Sacrifício é o anúncio público do seu amor. Não me admira que o Salvador tenha-se feito homem e se entregado a morte em nosso lugar.

Quando falamos de sacrifício, não estamos dizendo que você tenha que se desfazer de bens materiais. Embora isso possa ocorrer, essa não é a idéia aqui. A idéia aqui é que você entenda que o que Jesus já fez por você é suficiente.

  • O valor do Sacrifício no Novo Testamento:
A expiação de Cristo veio reparar os danos da queda de Adão. O que Paulo diz em Romanos é que da mesma forma que a morte veio através de Adão, assim, a morte vicária de Cristo trouxe vida. O pensamento é o seguinte: "Se Adão nos causou dano, Jesus nos restitui toda perda".

O sacrifício de Jesus é superior (essa é a palavra-chave de Hebreus, o livro que melhor descreve o sacrifício de Jesus), o sacrifício de Jesus purifica nossa consciência de obras mortas, o sacrifício de Jesus nos leva ao trono da graça de Deus.

Hebreus 9:13,14 - Porque, se o sangue dos touros e bodes, e a cinza de uma novilha esparzida sobre os imundos, os santifica, quanto à purificaçäo da carne, quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?

Hebreus 10:19,20,22,23 - Tendo, pois, irmäos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, cheguemo-nos com verdadeiro coraçäo, em inteira certeza de fé, tendo os coraçöes purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa, retenhamos firmes a confissäo da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.

Irmãos não sei quantas perdas vocês sofreram na trajetória da fé, mas sei o que o Sacrifício Eterno de Jesus pode fazer e faz em relação a isso, veja o que diz

Isaías 61:7 -Em lugar da vossa vergonha tereis dupla honra; e em lugar da afronta exultareis na vossa parte; por isso na sua terra possuiräo o dobro, e teräo perpétua alegria.

Joel 2:25,26 - E restituir-vos-ei os anos que comeu o gafanhoto, a locusta, e o pulgäo e a lagarta, o meu grande exército que enviei contra vós. E comereis abundantemente e vos fartareis, e louvareis o nome do SENHOR vosso Deus, que procedeu para convosco maravilhosamente; e o meu povo nunca mais será envergonhado

O sacrifício de Jesus não precisa repetir-se, pois já satisfez a justiça de Deus Pai. O que precisamos fazer a respeito dele é recebê-lo mediante a fé pois sem fé é impossível agradar a Deus (Hebreus 11:6).

Quando tudo parecer ruim, lembre-se que o sacrifício de Jesus é aceito pelo Pai e que o Sumo sacerdote intercede por você diante do Pai

Romanos 8:33,34 - Quem intentará acusaçäo contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.

Deus lhe abençõe, e lembre-se que Jesus é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo - João 1:29!!!
Olhe sempre por aquilo que o Senhor Jesus fez por você e receba de Deus no Espírito!!!!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Porque é tempo de buscar ao Senhor...

Semeai para vós em justiça, ceifai segundo a misericórdia; lavrai o campo de lavoura; porque é tempo de buscar ao SENHOR, até que venha e chova a justiça sobre vós. – Os. 10:12

... Porque é tempo de buscar ao SENHOR...

• Semeiai para vós em justiça:

Nós colheremos o que plantamos senão desfalecermos (Gl. 6:9), a justiça diz que “a mesma medida empregada no plantio é a mesma medida recebida na colheita”.... Se semearmos bem, colheremos bem... mas do contrário... só prejuízo....

• Ceifai segundo a misericórdia:

A misericórdia de Deus se eleva até os céus (Sl. 36:5), ele conhece a nossa estrutura e lembra que somos pó e nos distancia dos nossos pecados (Sl. 103:13,14). A misericórdia de Deus é abundante... (Rm. 5:20), é a causa de não sermos consumidos (Lm. 3:22)!

• Lavrai o campo de Lavoura:

“é um jeito bíblico de dizer: Ponha a mão na massa, meu filho.”  É um chamado á ação, atitude, á conquista. No livro de Provérbios, a bíblia diz que o preguiçoso não lavra seu campo e por isso não tem o que comer no tempo certo (Pv. 20:4), mas a promessa do Senhor é que quem lavra no tempo certo sua lavoura virá a fartar-se de pão (Pv. 28:19).

... até que venha...

• Quando o Senhor vier, ele trará luz a todas as coisas (1 Co. 4:5).

•  Quando o Senhor vier, ele será glorificado nos seus santos (2 Ts. 1:10 )
.
• Quando o Senhor vier, ele enxugará dos olhos toda lágrima (Ap. 21:1-6)

... e chova justiça sobre vós...

• O reino de Deus é justiça e paz e alegria no Espírito Santo (Rm. 14:17)

• Jesus sendo Deus, cumpriu toda a justiça (Mt. 3:15) e sendo seus seguidores devemos fazer o mesmo (Mt. 5:20)

• A justiça de Deus para nós está em Cristo (1 Co. 1:30), não no que façamos...

Esse é o tempo de buscar a Deus; Is. 55:6; Sl. 32:6  dizem:

“Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”

“Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão.”

Isso porque é tempo de buscar ao SENHOR, até que venha e chova a justiça sobre nós

domingo, 11 de dezembro de 2011

Cura divina

Hoje em dia há uma quantidade enorme de cristãos feridos e isso nos leva a refletir como Jeremias: “Por que nos feriste e não há cura para nós? Aguardamos a paz e não aparece o bem; e o tempo da cura e eis aqui turbação.” (Jr. 14:19b)
A questão primordial é saber: “Por que nos feriste e não há cura para nós? Sendo que Deus tem promessas de paz e saúde para nós como se vê em Jr. 33:6 “ Eis que eu farei vir sobre ela saúde e cura, e os sararei; e lhes manifestarei a abundância de paz e de verdade”. Por que a igreja do Senhor foi ferida? Vejamos algumas possibilidades:
1.   Estamos sem a presença do SENHOR
Deus tem sete nomes principais pelos quais é conhecido no Antigo Testamento e um desses nomes é conhecido como “Jeová (Yahweh) Rafah” – O Deus que Cura, Sara” – Êx 15:26. A bíblia diz que quando Israel saiu do Egito não havia entre eles nenhum só enfermo (Sl 105:37), a bíblia diz que nesse exato momento de libertação “Deus sara todas as tuas enfermidades – Sl 103:3”.
Muitos anos mais tarde na época do profeta e sacerdote e juiz Samuel, Israel foi derrotado pois estava sem a Arca da Aliança do SENHOR – 1 Sm 4:2.
Jesus foi ferido em nosso lugar para que hoje desfrutássemos da cura divina – Is 53:4,5; se nós estamos sem cura, deveríamos perguntar: “Por que não há cura para nós?” Já que Yeshua (Jesus) foi ferido em nosso lugar – Mt 8:17.
2.   Não admitimos a doença
O Senhor Jesus falou que os sãos não precisam de médico e sim os doentes (Mt 9:12). Na maioria dos casos nós não admitimos a doença na alma e quando a admitimos não queremos ir até o Senhor para sermos curados, pois cura dói, exige confissão, restituição, perdão...
3.   Descuido pessoal:
A bíblia diz que Deus fez o homem perfeito, mas ele se meteu em muitas astúcias (Ec. 7:29). O homem negligente faz muitas coisas inapropriadas e depois quer culpar a Deus e até ao maligno... mas a palavra diz que nós prestaremos conta pelo que fizemos pelo meio do corpo – 2 Co 5:9.
Se o cristão está doente e não quer ir ao médico, isso se caracteriza descuido, pois pela palavra sabemos que os médicos são bênção como Lucas o médico amado – Cl. 4:14
O Espírito disse por boca dos seus profetas: “Cuidem do corpo de vocês, pois é por ele que minha presença flui”.
Essas são algumas possibilidades da doença, como então receber cura:
1.   Buscando a face do Altissímo:
Ao subir ao céu, Jesus “levou cativo o cativeiro” – Ef 4:8, isto é, ele aprisionou as prisões que prendiam o homem.  Quando nós buscarmos sua face, nós seremos livres de toda prisão.
2.   Reconhecendo a necessidade de cura:
Jesus curava apenas quem tinha necessidade de cura – Lc 9:11. Se você não admite, como ele te curará?
3.   Sendo Zeloso pelo “templo do Espírito”
O Espírito tem ciúmes por nós (Tg 4:5). O Espírito quer que vivamos bem e felizes, pois Deus é bom e sua misericordia dura para sempre. Cumpre a nós, portanto, a zelarmos pelo corpo, o templo do Espírito.
Diante de tudo isso, quero concluir lhe perguntando: “Por que nos feriste e não há cura para nós?