segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

A importância da geografia bíblica



Como compreender o Sl 133:3 que diz: ...como o orvalho do Hermom quando desce sobre os montes de Sião. Ali o Senhor concede a bênção da vida para sempre?

Simples, por geografia bíblica! O monte Hermom é a nascente do rio Jordão. O rio Jordão nasce com o derretimento da neve que está sob o monte Hermom. A vida no deserto depende da água e a maior parte da água potável que encontra-se na palestina vem do rio Jordão. Deus concede vida, isto por extensão fala da água através do monte Hermom que é a nascente do rio Jordão.

Como compreender Sl 47:8; Is 27:8; Jr 4:11 e Jn 4:8 que fala de um vento oriental devastador?

Simples, por geografia bíblica! A palestina é dividida em dois extremos sendo que no leste o deserto impede o frio ar marítimo e no leste o mar impede o ar quente do deserto, mas algumas vezes no ano, na transição entre inverno e verão e verão e inverno, ou seja, duas vezes ao ano, esses ventos quentes do deserto ao este encontram o mar ao leste provocando um fenômeno chamado siroco que causa a tempestade narrada em Jonas e conseqüentemente a destruição do navio.


Apresentamos aqui dois fatos resumidos para que o leitor tenha ensejo de estudar um pouco mais da geografia bíblica.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Perdoe-nos ó Deus!



♫ Nos perdoe, ó Deus
Pelo imperialismo, o nazismo, o comunismo,
O capital selvagem, impiedoso, inescrupuloso
A escravidão... a religião...
Sempre querendo te domesticar
Te encaixotar, te fazer de empregadinho
Perdão, por tanto fariseu se dizendo filho teu
Que não convenceu, que só dividiu
Levando muita gente boa pro covil
Nos perdoe, ó Deus, pelo terrorismo 
O holocausto, a pornografia, a pedofilia
A mentira! O dinheiro mal adquirido e mal repartido
A discriminação racial, social, irracional...
Nos perdoe, ó Deus! ♫